Explorar os exercícios

Exercícios e desafios que podem ser realizados sequencialmente como um programa de atividades, ou separadamente, a fim de trabalhar competências específicas.

~

Formar uma Opinião

60
Atividade de subgrupos
3-6 participantes
Materiais: jornais locais, acesso a computador e internet, anexo Formar uma Opinião

Acompanhar a política e desenvolvimentos locais requer pro-atividade por parte dos cidadãos. Este é um exercício que destaca a importância de estarmos atentos ao que se passa ao nosso redor, bem como o podemos fazer. Passa por identificar os desafios que cada município enfrenta atualmente e que planos estão na agenda dos vereadores que mereçam o olhar crítico e contributos dos jovens. Não menos importante, é uma atividade para identificar quais os temas ausentes dessa agenda e que devem ser incluídos?

O grupo plenário deve organizar-se em subgrupos de 3 a 6 jovens (identificando o/a porta-voz e secretário/a). Cada subgrupo faz uma breve pesquisa a partir de jornais (locais), o site do município, páginas de associações locais, etc, sobre a atualidade da vossa cidade. Escolhem um artigo que identifique uma preocupação partilhada pelo subgrupo e represente um tema de interesse coletivo. Cada subgrupo regista uma descrição do problema/situação identificada e formula a sua solução.

Esta pesquisa pode ser realizada como trabalho de casa prévio à sessão. Utiliza e responde ao Anexo Formar uma opinião.

Posteriormente, cada porta-voz dos subgrupos apresenta estes conteúdos ao grupo.

O dinamizador deve mediar e promover que o grupo questione e dê os seus pareceres sobre as diversas exposições.

O que acham dos artigos escolhidos?
Dos conselhos formulados?
Identificam-se com o raciocínio?
Dariam outras ideias?

No final deve-se recapitular identificando os temas ou aspetos que sobressaem como de interesse para o grupo.

É também pertinente questionar o grupo sobre de que forma e com que regularidade cada um procura manter-se informado sobre questões de sociedade e política: conversas com pais, amigos e familiares; na escola em contexto de aula; em jornais ou outros nos media jornalísticos; nas redes sociais; em sites de partidos políticos, movimentos cívicos, de ONGs, dos municípios ou outras entidades.

Formar uma opinião construtiva para o Bem Comum requer conhecer a realidade local – o território e a comunidade. Essa responsabilidade requer que cada um se informe sobre as diferentes perspetivas de um problema, diversificando as suas fontes de informação, cruzando factos e confrontando argumentos.