Dia Aberto no Município

Sugerimos que os órgãos de soberania local promovessem um “Dia Aberto no Município”, em que os alunos pudessem ter a oportunidade de vivenciar o dia-a-dia da administração local no concelho.

Estuda comigo!

Esta ideia consiste na criação de um espaço de estudo, com a disponibilização de materiais, resumos e elementos de avaliação cedidos por antigos alunos e professores (do concelho).

Empreendedorismo para Jovens

Criar um espaço em todos os negócio para que assim possam ganhar experiência, já que muitos dos patrões pedem funcionários que tenham experiência, mas não pensam que nas idades entre os 18 e os 25 anos, mais ou menos, não é possível ter muita experiência, seja em que negócio for.

Saúde mental nas escolas

Ter mais psicólogos nos estabelecimentos de ensino e oferecer uma consulta mensal gratuita aos estudantes.

Sensibilização aos alunos

A nossa proposta visa sensibilizar as próximas gerações relativamente a temas aos quais não se dá a devida importância, temas como saúde mental, racismo e educação sexual de maneira dinâmica adaptada a cada idade.

Angariação de fundos para bolsas de estudo

Através das festas da região, como as Festas do Bodo ou nas Tasquinhas, a criação de bancas para a angariação de fundos para estudantes com dificuldades financeiras e que pretender continuar os estudos e aumentar a sua formação. A quantia seria da decisão de cada pessoa.

Visitas de estudo

As escolas poderiam organizar mais visitas de estudos de forma a conhecer mais o nosso país e enriquecer o nosso conhecimento e a nossa cultura e, assim, tornar a escola menos saturante.

Mente Aberta

Organizar um dia “Mente Aberta” nas escolas, onde todos os anos pessoas da comunidade LGBQ+ e psicólogos dessa área venham explicar, dar o seu ponto de vista, contar as suas histórias e onde poderemos concretizar, posteriormente, sessões anónimas, entre os psicólogos e alunos que o desejem. O objetivo é criar um movimento de sensibilização e permitir a jovens conhecer a realidade LGBQ+ e os desafios que os jovens sentem ao “sair do armário”, bem como facilitar que quem precise, saiba onde e como pedir ajuda. Todo o mundo tem o direito de amar ou procurar ajuda para atenuar o seu sofrimento, sem agressões, insultos…

Apender a Brincar

Grupo comunitário e instalações onde seja possível realizar atividades lúdicas e atividades em prol do bairro, como por exemplo: Tardes de culinárias; Jogos tradicionais; Pintar os muros; Limpeza do campo; Aulas de dança.

Igualdade de género

Queremos igualdade de género e não superioridade.

Associação Coolpolitics © 2022 - Todos os direitos reservados